Orientação

Orientação (41)

Últimos destaques do Natura

Tuesday, 19 June 2018 20:57

Nos dias 19 e 20 Maio em, Pavia, Mora (Monte dos Condes), o Campeonato Nacional de Distancia Média e de Estafetas, com a organização do Clube Português de Orientação e Corrida (CPOC), Município de Mora e Federação Portuguesa de Orientação. O Clube de Orientação de Viseu deslocou-se de terras de Viriato até ao montado alentejano com 11 atletas.

Na manhã de Sábado, dia 19 de maio, decorreu a prova de distância média pontuável para a Taça de Portugal Vitalis de Orientação Pedestre, onde seria apurado o novo Campeão Nacional de Distância Média em Orientação. Desta prova destaca-se: Susana Almeida, em D21A, que alcançou o 1º lugar, José Almeida, a correr em H21B, onde conseguiu o 2º lugar e Tiago Reis, em H40, com um 4º lugar.

No Domingo, decorreu o tão esperado Campeonato Nacional de Estafetas, onde se formam equipas constituídas por 3 elementos na respetiva categoria. . O Natura apresentou-se com uma equipa para Seniores Feminino, duas equipas para Seniores Masculinos e outra equipa para Popular Longa.

Todos os resultados disponíveis aqui.

 

Já no dia 2 junho decorreu em Leirosa, Figueira da Foz, aquela que é a mais antiga prova de orientação pedestres: o 20º Grande Prémio de Orientação do RA4. Com a organização do Clube de Orientação do Centro (COC) e Regimento de Artilharia Nº4, o evento foi constituído por uma espetacular partida em massa, onde todos os atletas partem em simultâneo.

Dos presentes destaca-se Ricardo Lopes, em H21B, com o 1º lugar, Diogo Neto, em H14 que conseguiu um 4º lugar e Sofia Pinto, em D21A, com um 5º lugar.

No fim da prova como já é costume, decorreu um almoço convívio, oferecido pelo RA4, onde foi possível conviver e disfrutar da natureza.

Todos os resultados disponíveis aqui.

 

Nos dias 9 e 10 de Junho decorreu a Taça do Ribatejo Norte em Abrantes, com a organização do Clube de Orientação e Aventura (COA).

O evento contava com 3 etapas, duas etapas de distância média, pontuáveis para a Taça de Portugal Vitalis de Orientação Pedestre e uma etapa de sprint.

Na manha de 9 de Junho decorreu a etapa de distância média no parque florestal de São Lourenço. Nesta etapa Diogo Neto alcançou o 2º lugar em H14, a poucos segundos do primeiro lugar, Ricardo Lopes, a correr em H21B, conquistou o 2º lugar, Ana Pinto a correr pela primeira vez em D35 conseguiu o 3º lugar e Miguel Nóbrega, no escalão mais alto da competição, H Elite, alcançou o 4º lugar.

De tarde decorreu uma prova urbana de sprint na cidade de Abrantes, não pontuável para a Taça de Portugal, mas pontuável para o troféu. Nesta etapa destacamos a atleta Ana Pinto que conseguiu o 2º lugar em D35, Susana Almeida em D21A com o 3º lugar e Miguel Nóbrega a repetir a posição da manha em HE (4º lugar).

No domingo, dia 10 de Junho, decorreu mais uma prova urbana em Abrantes, com chegada no parque Aquapolis Norte de Abrantes. Nesta etapa de distância média destacamos: Ricardo Lopes, em D21B, em 1º lugar, Susana Almeida, a correr em D21A, em 2º lugar, Diogo Neto, em H14, em 5º lugar.

No final do evento, Miguel Nóbrega subiu ao pódio para receber o 3º lugar, em H Elite, mais um feito na história recente do Natura.

Todos os resultados disponíveis aqui.

 

Parabéns também a todos os atletas que têm competido no Portugal City Race, nomeadamente todos aqueles que têm alcançado pódios. 

Segue todas as notícias sobre o Clube de Orientação de Viseu-Natura e a Federação Portuguesa de Orientação em:

http://www.coviseu-natura.pt 

http://www.facebook.com/coviseu 

http://www.fpo.pt

 

 

Written by

Resultados finais dos Jogos Desportivos do Concelho de Tondela 2018

Orientação Pedestre
Resultados Somatório Pontos das 2 Etapas - Classificação Final Individual 
Melhor Colectividade Orientação Pedestre

Orientação em BTT
Resultados Orientação em BTT 
Melhor Colectividade Orientação em BTT

NOTAS:
1) Os resultados em orientação em BTT estão na forma de tempos. Dado haver apenas uma etapa, a classificação é indiferente ser em tempos ou pontos.
2) Relembramos que os escalões B e C não contam para a classificação.

Legenda:
dns: "Did Not Start" -> atleta não participou
mp: "Missing Point" -> atleta não controlou os pontos todos ou não o fez por ordem correta
dnf: "Did not Finish" -> atleta não picou a box de finish 

Written by

Resultados da etapa de orientação dos Jogos Desportivos de Penalva do Castelo - 26 de maio de 2018 

Resultados por tempos

Legenda:
dns: "Did Not Start" -> atleta não participou
mp: "Missing Point" -> atleta não controlou os pontos todos ou não o fez por ordem correta
dnf: "Did not Finish" -> atleta não picou a box de finish 

Written by

Resultados da 2ª Etapa dos Jogos Desportivos do Concelho de Tondela  - 26 de maio de 2018 - São João Do Monte

Resultados por tempos
Resultados Somatório Pontos das 2 Etapas - Classificação Final Individual 

A Classificação Final Coletiva será divulgada em breve. 

Legenda:
dns: "Did Not Start" -> atleta não participou
mp: "Missing Point" -> atleta não controlou os pontos todos ou não o fez por ordem correta
dnf: "Did not Finish" -> atleta não picou a box de finish 

Written by

Resultados da 1ª Etapa dos Jogos Desportivos do Concelho de Tondela  - 5 de maio de 2018

Resultados por tempos
Resultados Parciais (tempos entre pontos)
Estatística Participação

dns: "Did Not Start" -> atleta não participou
mp: "Missing Point" -> atleta não controlou os pontos todos ou não o fez por ordem correta
dnf: "Did not Finish" -> atleta não picou a box de finish 

Written by

Apresentação

Indo ao encontro dos ideais do Desporto para Todos o Clube de Orientação de Viseu – Natura e o Centro de Apoio a Deficientes de Santo Estêvão unem sinergias para a organização da prova de Orientação Adaptada, um Desporto para Todos- Estafeta da Amizade. 

Assim, particularmente direcionada a pessoas portadoras de deficiência, crianças até ao 1ºciclo e a idosos não queremos deixar ninguém de fora e desde já convidamos a todos a juntarem-se a nós no dia 23 de maio, pelas 13:00 horas, no Parque desportivo do Fontelo em Viseu.

Contudo, este ano, o evento realizar-se-à em paralelo com o Dia Mundial Da Orientação e como tal estará disponível também um percurso de orientação pedestre formal para quem queira experimentar uma outra vertente da modalidade. 

A participação na prova pode ser realizada em pequenos grupos, a pares ou individualmente, sendo que os participantes poderão optar por dois percursos:

  1. orientação adaptada - direcionado para pessoas com limitações cognitivas, crianças em idade pré-escolar e idosos, a prova poderá ser realizada individualmente ou em pequeno grupo e terá um percurso 1300 m ao longo do qual os atletas serão estimulados a visitar 12 pontos de controlo. 
  2. orientação pedestre - percurso formal no Parque do Fontelo com cerca de 10 pontos de controlo em elementos de fácil identificação. O objetivo passo por ter contacto com os princípios básicos da orientação: ler um mapa e controlar os diferentes pontos de controlo.

Programa

 

a divulgar ....

 

Não perca esta oportunidade de praticar uma atividade divertida e com um elevado potencial inclusivo. As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas através do seguinte endereço: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

Informações complementares

 

Orientação Adaptada o que é?

É uma disciplina da Orientação, vocacionada especificamente para portadores de deficiência intelectual e crianças em idade pré-escolar.

Subdividida em duas vertentes, uma primeira de carácter predominantemente de divertimento, denominada por “Atividade Adaptada”, tem um propósito eminentemente lúdico e o seu desenvolvimento requer a constante interação de um pequeno grupo de indivíduos. Uma segunda, intitulada de “Orientação Adaptada”, tem um intuito puramente competitivo, apela à autonomia dos praticantes para o desenvolvimento e concretização individual do percurso.

Como se faz?

  1. No início da atividade o praticante recebe um mapa do local onde se encontra assinalado o terreno de prova, a sinalética correspondente ao número de pontos a visitar, assim como a respetiva sequência de cores correspondente à resposta correta que deve ser assinalada num cartão fornecido no início da prova.
  2. Em cada ponto de controlo a visitar está materializado por um ponto de observação no qual se pode observar um conjunto de 3 a 5 balizas com as sequências de cores.

  3. O fator tempo é relegado para segundo plano. O importante é que o orientista faça a correlação entre o que se encontra assinalado no mapa e o que está materializado no terreno sob a forma de sequência de cores.

  4. Os participantes devem ser incentivados a interpretarem o terreno de prova, aproximar-se e observar atentamente as sequências de cores e a compará-las com a sinalética do mapa.

  5. Posteriormente à observação regressam ao ponto de observação e, através de um picotador (alicate), assinalam a resposta correta no cartão de controlo fornecido no início da prova.

  6. Vence aquele que no final da prova obtiver o maior número de respostas corretas.

 

Para completar estas informações não deixe de consultar:

Artigo de Tadeu Celestino & Antonino Pereira (2015) “Orientação Adaptada: Características e Potencialidades de um Desporto de Inclusão” na Revista Científica da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, em:
http://www.fpdd.org/output_efile.aspx?id_file=3875

Artigo da Federação Portuguesa de Orientação “Trail Orienteering”: http://www.fpo.pt/Trail-O

Artigo do Grupo Desportivo 4 Caminhos “Orientação Adaptada Um Desporto para a Deficiencia Intelectual:
http://gd4caminhos.com/eventos/circuito/images/stories/circuito/ori_adaptada_regulamento.pdf

 

Vídeo da Edição 2016:

Vídeo de Marta Matos - Invictus

Edição 2017: link aqui

Edição 2016 (em baixo)

 

 

Written by
 Pódio da etapa distânica longa em M/H40
Pódio da etapa distânica longa em M/H40 (Foto:João Alves)

 

Nos dias 17 e 18 de março decorreu, numa organização do Clube de Orientação do Minho, Município de Vieira do Minho e Federação Portuguesa de Orientação, o Campeonato Nacional de Distância Longa e Sprint.

O evento contemplou duas etapas, uma distância longa e um sprint, ambas para encontrar os campeões nacionais nestas distâncias, mas também pontuáveis para a Taça de Portugal Vitalis de Orientação Pedestre,

A Serra da Cabreira foi o local escolhido para a prova de distância longa, no sábado. O ambiente era bem diferente do habitual. Um manto de neve cobria toda a área da prova, o acesso à arena esteve cortado, sendo necessário a ajuda de um limpa neves para permitir o acesso dos atletas à zona da arena. As partidas atrasaram-se, portanto, cerca de 2 horas.

Esperava-se, assim, uma prova complicada e dura tanto fisicamente como tecnicamente. Ao mesmo tempo proporcionou a muitos atletas uma nova experiência, navegar em terreno completamente coberto de neve, num terreno já por si muito exigente.

No domingo decorreu a prova de Sprint na vila de Vieira do Minho, num misto de urbano e parques, o que exigia mais atenção por parte dos atletas.

O Natura fez-se representar por 8 atletas. Na prova de distância longa, destaque para os resistentes Susana Almeida que alcançou um 2º lugar em D21A, Ricardo Lopes que conquistou o 2º lugar em H21B e Tiago Reis que conseguiu um 3º lugar em H40, alcançando assim a medalha de bronze no seu escalão.

Na prova de sprint urbano destaca-se, mais uma vez, a atleta Susana Almeida que conquistou o 3º lugar.

Todos os resultados disponíveis aqui.

Parabéns ao Clube de Orientação do Minho por ter conseguido levar a bom porto um evento cuja realização se avizinhava difícil.

A orientação nacional regressa nos dias 19 e 20 de Maio com os campeonatos nacionais de distância média e de estafetas em Mora.

 

Segue todas as notícias sobre o Clube de Orientação de Viseu-Natura e a Federação Portuguesa de Orientação em:

http://www.coviseu-natura.pt  

http://www.facebook.com/coviseu 

http://www.fpo.pt

Texto: Carla Macedo

Fotos: Município de Vieira do Minho (slideshow) e João Alves (artigo)

Written by

Jovem Diogo Neto em destaque no PIOM 2018

Tuesday, 13 March 2018 23:19

O último dos três fins de semana de orientação internacional em Portugal foi em Penamacor nos dias 17 e 18 de fevereiro. Numa organização do Clube de Orientação do Centro (COC), o PIOM 2018 recebeu igualmente centenas de atletas, muitos deles estrangeiros.

O evento contemplou três etapas, duas delas pontuáveis para a Taça de Portugal Vitalis de Orientação Pedestre, distância média e distância longa, sendo a última também pontuável para o ranking mundial da modalidade (WRE).

Da participação do Natura, destaque para a excelente prestação do jovem atleta Diogo Neto, que alcançou o 4º e 5º lugar (3º e 4º melhor português) nas duas etapas mais importantes, mostrando uma excelente evolução. Destaque ainda para Ricardo Lopes em H21B que alcançou um 2º e 3º lugares e para Susana Almeida que em D21A alcançou a terceira posição na Distância Longa.

Todos os resultados disponíveis aqui.

A orientação nacional regressa nos dias 16 e 17 com os campeonatos nacionais de distância longa e sprint em terras minhotas (Vieira do Minho). Até lá.

Segue todas as notícias sobre o Clube de Orientação de Viseu-Natura e a Federação Portuguesa de Orientação em:

http://www.coviseu-natura.pt  

http://www.facebook.com/coviseu 

http://www.fpo.pt

Texto: Miguel Nóbrega

Fotos: Filipe Reinoite (slideshow) e Gildo Silva (artigo)

Miguel Nóbrega (Homens Elite)

 

Written by

O grande evento de orientação em terras portugueses decorreu, como já é tradição, na época carnavalesca. Durante 4 dias mais de 2 milhares de atletas marcaram presença em terras alentejanas para mais um grande Portugal O’Meeting. Esta ano com a organização do ADFA, Évora e Portel foram os centros do evento. A comitiva do Natura não podia faltar, e apresentou-se com 10 atletas, 6 masculinos e 4 femininos.

A primeira etapa teve a bela cidade de Évora como palco de um percurso de Distância Média em ambiente urbano. Um percurso bonito sem grandes dificuldades técnicas, que permitiu aos atletas usufruir da beleza natural de Évora. Ricardo Lopes começou desde cedo a marcar posição, alcançando o 1º lugar em H21B. Nesta primeira etapa destaque também para Susana Almeida que em D21A, foi a melhor portuguesa, 14ª no total, provando a sua apetência para percursos urbanos.

Susana Almeida (D21A)

Já o segundo dia trouxe uma distância longa em São Bartolomeu do Outeiro. Num terreno muito rápido, os percursos longos eram o grande desafio dos atletas. O atleta Miguel Nóbrega a participar em Homens Elite realizou o percurso de mais de 18 km em linha reta, em 2:20:56, bem longe dos lugares cimeiros mas muito interessante para um iniciante. Já Ricardo Lopes e Susana Almeida perderam algumas posições nesta segunda etapa.

O terceiro dia trouxe mais uma etapa de distância média mas desta vez em floresta, no mesmo mapa do dia anterior. Nesta etapa destaque para o jovem Diogo Neto em H14 com o 4º lugar tempo entre os portugueses e o regresso ao 1º lugar de Ricardo Lopes em H21B.

Finalmente no último dia, mais uma distância longa, e mais dois excelentes resultados de Diogo Neto e Ricardo Lopes, 3º e 2º melhor portugueses.  

No somatório das várias etapas ficou assim:

Diogo Neto – 16º lugar M14

Rafael Silva – 94º lugar em H21A 

Susana Almeida – 25º lugar em D21A

Carla Macedo – 36º lugar em D21A

Sofia Pinto – 50º lugar em D21A

Ana Pinto – 46ª lugar em D21A

Ricardo Lopes – 1º lugar em H21B

Luís Miguel Pires – 44º em H40

Tadeu Celestino – 56º em H40

Miguel Nóbrega – 42º em HE

  

Todos os resultados aqui.

Segue todas as notícias sobre o Clube de Orientação de Viseu-Natura e a Federação Portuguesa de Orientação em:

http://www.coviseu-natura.pt   

http://www.facebook.com/coviseu  

http://www.fpo.pt

Comitiva do Natura em Évora 

 

Written by

Num fim de semana frio, Satão recebeu o III Meeting de Orientação Dão Lafões – Satão WRE 2018, evento que contemplou 3 etapas de orientação, uma distância média, um sprint noturno e uma distância longa. Com a participação de mais de 600 atletas, muitos deles estrangeiros, os atletas experienciaram desafios classificados por muitos como espetaculares, numa organização do Clube de Orientação de Viseu – Natura, Município do Satão, Federação Portuguesa de Orientação e Federação Internacional de Orientação, para além dos imensos apoios locais.

No sábado de manhã, a Serra de São Matias em Vila Boa recebeu um World Ranking Event, ou seja, um evento a contar para o ranking mundial da modalidade. Num mapa extremamente exigente, as classes de elite foram dominadas por atletas finlandeses, com Olli Ojanaho da equipa HS a vencer Homens Elite com 41:29, menos 31 segundos do que o segundo classificado Jan Prochazka do KR e menos 87 segundos do que o espanhol Eduardo Gil Marcos da equipa Attundaok. Já em Damas Elite, a Filandesa Marika Teini (SK Pohjantäht) comprovou o seu favoritismo ao vencer com mais de 5 minutos de vantagem sobre a segunda classificada Tova Olsson (IKHP) e 6 minutos sobre a terceira classificada Fanni Gyurko (KR).

Marika Tenni - Vencedora da distância média e distância longa do III Meeting de Orientação Dão Lafões (Foto: Rafael Farias)

No sprint noturno no Satão, os atletas ibéricos mostraram ser os mais fortes com as três primeiras posições em Homens Elite a serem ocupadas por Eduardo Gil, Andreu Blanes e o portugues Ricardo Esteves, que mostrou mais uma vez a sua apetência para os sprints. Já no escalão feminimo Filipa Rodrigues e Carolina Delgado levaram a melhor sobre Fanni Gyurko.

 Hannu Airila vendor da distância longa

Para domingo estava reservado mais um grande desafio. Uma distância longa, novamente na Serra de São Matias. Num terreno explêndido, a exigência técnica surpreendeu muitos atletas, exigindo níveis físicos e técnicos próximos da perfeição. Hannu Airila (KR) fez uma prova extraordinária, percorrendo os mais de 13 km (em linha reta) em 1:33:56, batendo Filip Grahn (Hestra IF) por por pouco mais de 1 minuto e Antonio Martínez (TuMe) por pouco mais de 2 minutos. Já no escalão feminino Marika Teini mostrou mais uma vez a sua superioridade ao vencer com mais de 6 minutos de vantagem sobre Marianne Haug (IKHP) e Fanni Gyurko (KR).

 

No somatório de pontos das três etapas, o espanhol António Martínez Perez (TuMe) venceu o escalão de Homens Elite, enquanto Fanni Gyurko (KR) venceu o escalão Damas Elite.

1          Antonio Martínez Pérez 91        [10362] TuMe

2          Eduardo Gil Marcos      94        [10089] Attundaok

3          Jan Prochazka  84        [10345] KR

4          Hannu Airila      85        [10345] KR

5          Graham Gristwood        84        [10345] KR

 

1          Fanni Gyurko    [10345] KR      

2          Karoliina Ukskoski        [7152] Koovee  

3          Carolina Delgado          [052] GD4C

4          Elaine Lenz       [7293] ADAAN

5          Marika Teini      [10341] SK Pohjantähti

 

Todos os resultados em http://www.modal.coviseu-natura.pt/satao2018

Facebok do Evento.

 

 

Pódio final do III Meeting de Orientação Dão Lafões - Satão WRE 2018 (Foto: Sofia Pinto)

 

Written by
Page 1 of 3